Vetores de difusão do PLH: o espaço pedagógico e os FH

Authors

Keywords:

PLH, Letramento, socialização no uso da linguagem, transformação de conhecimento, prática pedagógica

Abstract

Muitos são os vetores de difusão do Português brasileiro no mundo. Suas ações voltam-se para comportamentos e costumes cotidianamente nutridos pelas culturas brasileiras, dentre eles, o mais significativo é a língua, já que congrega em si não só um conjunto de signos linguísticos, mas também práticas socioculturais e a cognição social (Barsalou 1987), de modo indissociável (Autoras 2022). Neste artigo, voltamo-nos, especialmente, para dois vetores associados ao Português como Língua de Herança (PLH), em sua vertente brasileira: a prática pedagógica de ensino-aprendizagem de PLH e os FH. Com esse propósito, recrutamos a literatura em desenvolvimento linguístico e manutenção de línguas minoritárias à luz da socialização da linguagem (Duff 2017; He 2017) e da abordagem sociocognitiva (Wittgenstein 2009 [1953]; Lakoff 1987). Segundo ela, a manutenção da língua vincula-se ao letramento e à institucionalização de seu ensino em espaços de socialização e atravessamento (Autoras 2021) que permitam aos FH significar essa “herança” por e no uso da língua na construção e transformação de conhecimento. Embora o conhecimento leigo considere o processo de fácil equação, a teoria nos mostra ser ele multifacetado e complexo. Dentre as questões que abordamos encontram-se “Por que não basta assistir filmes ou ouvir música para alavancar o desenvolvimento linguístico?” e “Como agir no espaço pedagógico em prol do desenvolvimento, manutenção e difusão do PLH? Ao abordá-las, delineamos um rol de ações na forma de uma unidade pedagógica, passível de inspirar professores na área de PLH e alavancar o desenvolvimento linguístico, a manutenção da língua e a participação dos FH na difusão do português brasileiro.

Author Biographies

Tânia Saliés, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Full professor at the State University of Rio de Janeiro, where she
teaches both graduate and undergraduate courses in Language Studies. She holds a PhD in Linguistics
from Oklahoma State University and has taught at the Pontifical Catholic University of Rio de Janeiro
and at Indiana University at Purdue. She participates in Editorial Committees from Brazilian and
international journals and has published books, articles, and book chapters in Applied Linguistics,
Cognitive Linguistics, and Internet Linguistics.  Her research interests include Second Language Acquisition and Development, PHL, and teaching pedagogy within the sociocognitive paradigm.

Cláudia Spitz, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Independent bilingual education consultant. She holds a Masters in
Linguistics from the State University of Rio de Janeiro and post-graduate specialization degrees in
school administration and supervision, areas in which she has large experience. Currently, she is
working toward her Doctorate in Linguistics, in the sub-field of Portuguese as a Heritage Language
(PHL), at the State University of Rio de Janeiro. She has published articles in PHL in different Brazilian
journals and international meetings.

Downloads

Published

2023-12-28

How to Cite

Salies, T., & Spitz, C. (2023). Vetores de difusão do PLH: o espaço pedagógico e os FH. Portuguese Language Journal, 17, 41–65. Retrieved from https://portugueselanguagejournal.com/index.php/home/article/view/93