O rap brasileiro como manifestação e representação da identidade negra e periférica no espaço cultural da música no Brasil

Authors

Abstract

O presente artigo utilizou-se de letras do rap brasileiro, feitas por cantores negros brasileiros. A relevância social desta pesquisa está em apresentar um discurso que é representado pela prática social, política e ideológica que representa a pessoa negra. O problema é como essas análises auxiliarão na autonomia e mobilização de competências do aluno protagonista, para buscar soluções e fazer escolhas? O trabalho está focado, sobretudo, no estudo da interpretação da compreensão das letras das músicas do rap brasileiro expressando as comunidades socioeconômicas menos favorecidas. Em uma abordagem sociológica do discurso, na qual a linguagem é entendida como prática social, por meio da qual expressa a ideologia das pessoas negras moradoras da periferia no Brasil. Para tanto, utilizou-se a teoria da Análise de Discurso Crítica que, segundo Fairclough (2001), considera o papel crucial do contexto demonstrando as relações de dominação, discriminação, poder e controle e como se manifestam através da linguagem. Concluiu-se que este trabalho está relacionado a todas as áreas de estudos sobre a linguagem, pois proporcionou o uso da gramática, da oralidade, da crítica social, valorizando conhecimentos historicamente construídos. As análises confirmaram a desigualdade racial na sociedade, trazendo histórias que o racismo ainda oculta e invisibiliza, além da discussão social da linguagem, manifesta-se nas produções musicais apresentadas pelos rappers ou MCs

Downloads

Published

2023-12-31

How to Cite

Oliveira, C., & Angélica Sampaio Flaquer, M. (2023). O rap brasileiro como manifestação e representação da identidade negra e periférica no espaço cultural da música no Brasil. Portuguese Language Journal, 17. Retrieved from https://portugueselanguagejournal.com/index.php/home/article/view/102